Quem Somos

Com o objetivo de divulgar, documentar e preservar a riqueza histórica, turística e cultural, intelectuais de Planaltina-DF criaram, em 05/12/1998, a ACADEMIA PLANALTINENSE DE LETRAS-APL, que veio se somar aos esforços de conscientização coletiva dos valores da cidade como epicentro dinâmico do povoamento candango.
Se é público e notório o reconhecimento de que temos uma comunidade culturalmente ativa e heterogênea, é igualmente óbvio o fato de os seus agentes culturais nem sempre atuarem de forma articulada. Assim sendo, a APL foi instituída com o propósito de transformar e congregar, numa confraternização única e permanente, aqueles que, assim como nós, compartilham da necessidade de se priorizar Planaltina como um pólo cultural e turístico no Distrito Federal.
De acordo com o seu Estatuto Social, a APL tem por finalidade o culto da Língua, da Literatura em suas mais diversas manifestações, o estudo e o conhecimento dos problemas sociais e científicos, a união e congregação dos intelectuais de Planaltina, do Planalto Central e do Brasil, a difusão da Cultura, das obras e dos Conhecimentos Gerais. Para o cumprimento desses objetivos, há muito tempo a APL vem contando com a atuação interativa de um pequeno grupo de acadêmicos - os quais fazem um esforço sobre-humano para manter a confraria respirando - e com a participação da Sociedade, que se apresenta como parceira constante e sempre disposta a promover eventos literários e artísticos e divulgar as diversas Manifestações Culturais da cidade.
E como parte desse amplo conjunto de objetivos, a Academia Planaltinese de Letras, ao longo dos seus doze anos de existência, publicou quatro antologias poéticas (Momento Literário de Planaltinas/1999; Sonhos e Saudades na Abertura do III Milênio/2000; Palavras, Sentimento e Paz/2002 e 2º Momento Literário de Planaltina: Uma Viagem Onírica/2009) e promoveu vários Saraus de Música e Poesia e algumas apresentações Teatrais. Em setembro de 2010, a APL lançou Planaltina em Letras, um informativo com edições trimestrais em que são divulgados os eventos culturais e a literatura da cidade. Em 2011, a Academia Planaltinense de Letras, em parceria com a Regional de Ensino e a Administração Regional de Planaltina, promoveu o I Concurso Artístico e Literário “Planaltina, Um Novo Olhar: Orgulho pelo Passado e Compromisso com o Futuro”. Tal Concurso – alusivo aos 152 anos de Planaltina – foi destinado aos alunos das escolas públicas da cidade.
A Academia Planaltinense de Letras - cujo Patrono Máximo o poeta português Fernando Pessoa - não mais é apenas um sonho, mas sim uma realidade palpável e fecunda que veio para ficar, e prova disso são os trabalhos que a APL e alguns dos seus acadêmicos vêm desenvolvendo ao longo dos anos, desde a sua fundação.